O Que Ta Rolando

Livros que mudaram vidas

21 de junho de 2016

N√£o √© nenhuma novidade dizer que livros mudam vidas. Todo mundo tem pelo menos um livro que n√£o s√≥ marcou uma √©poca, como tem total import√Ęncia na constru√ß√£o da personalidade e mudan√ßa de vis√£o de mundo. Fic√ß√£o ou n√£o, os livros marcam fundo e √© justamente sobre essa import√Ęncia que vamos falar aqui no blog, hoje. Bookaholics, esse post √© para voc√™s! ‚ô• Perguntei para a equipe do blog da Kipling qual foi o livro que as marcou e porqu√™. Que tal n√£o s√≥ ver se voc√™ se identifica com as respostas, como j√° pegar indica√ß√Ķes incr√≠veis de pr√≥ximas leituras? Vem comigo! :)

Harry Potter, Nat

harrypotter

Harry Potter foi meu livro preferido durante muitos anos. Eu sempre gostei de ler, mas preciso confessar que foi quando li o primeiro livro da saga, que realmente entendi aquela famosa frase: “ler √© viajar, sem sair do lugar”. Na √©poca, eu devia ter uns 11 anos, a mesma idade do Harry nos livros, e esperei pela minha carta para Hogwarts, como toda crian√ßa deve ter esperado. Harry Potter me ensinou a ter ainda mais amor pelos livros. Sou dessas pessoas que tem uma rela√ß√£o t√£o √≠ntima com eles, que n√£o gosto quando dobram as p√°ginas para marc√°-las, e, por isso, n√£o costumo emprestar para qualquer pessoa. Logo, se eu j√° te emprestei um livro, √© um sinal: confio em voc√™!

Alice no País das Maravilhas, Celle

alice

Quando eu era criança eu era super imaginativa, brincava sozinha, falava sozinha, minha mãe achava que eu era meio doida HAHAH daí Alice foi o primeiro livro que curti ler e me identifiquei, porque era uma menina normal que nem eu que foi parar num mundo cheio de gente doida. E sempre tem uma lição que a gente pode tirar de todas as coisas, por mais estranhas que elas pareçam.

Pollyanna, Mel

pollyanna

“Eu leio muito, por isso, tenho v√°rios livros nessa categoria. Vou colocar Pollyanna porque foi o livro que me ensinou a sempre ver o lado bom das coisas.” A Mel gosta tanto do livro que at√© fez um post superfofo no seu blog, sobre a publica√ß√£o e sobre o Jogo do Contente.¬†Ah! Ela tamb√©m faz men√ß√£o honrosa ao queridinho Harry Potter.

O Apanhador no Campo de Centeio, Mih

apanhador

(Com men√ß√£o honrosa √† Harry Potter, pelos mesm√≠ssimos motivos da Nat). Quando eu li O Apanhador no Campo de Centeio, eu tinha 17 anos e estava vivendo os mesmos dilemas do Houlden. Aquela transi√ß√£o da inf√Ęncia para a vida adulta, os in√ļmeros dilemas, as d√ļvidas, medos e incertezas. O livro, por ser em primeira pessoa, me dava a sensa√ß√£o de que eu √© quem estava escrevendo aquelas linhas e “falando comigo mesma”. Ele foi muito importante nesse per√≠odo de transi√ß√£o e, por isso, at√© hoje, quase 10 anos depois dessa primeira leitura, ainda o considero um dos livros mais importantes da minha vida.

E pra você? Qual livro mudou sua vida?
Já leu algum desses? Conte pra gente! ♥ 

Foto da capa: Pexels

Michele Santos

A Mih foi a¬†I Correspondente Kipling do Sudeste e √© dona do My Other Bag is Chanel, carinhosamente chamado de MOBIC. Ela √© uma¬†geminiana indecisa, n√£o vive sem m√ļsica e s√©ries e, agora, tamb√©m traz conte√ļdo para voc√™s! :)

Saiba mais em: Blog, Facebook, Instagram.


Comente!