Correspondente Kipling

Como encontrar um propósito no trabalho?

26 de janeiro de 2017

Se você trabalha há algum tempinho, como eu, com certeza já deve ter percebido que passamos meses e a coisa toda fica meio morna, meio fria, meio sem sal. Parece que você está sempre parada no mesmo lugar e nada evolui direito. Rola uma estagnação, sabe?

Eu j√° me senti assim por muito tempo. Voc√™ parece que faz tudo no autom√°tico (e faz mesmo) e perde aquela alegria de trabalhar. ‚ÄėNossa, Maki, mas pode ser alegre trabalhando?‚Äô Claro que sim! √Č uma loucura pensar que isso n√£o √© poss√≠vel, que n√£o d√° pra ser feliz trabalhando todos os dias.

Para isso acontecer a gente precisa só de uma coisa muito importante em mente: propósito. Não tem como a gente se sentir feliz fazendo qualquer coisa se não tiver um propósito certo na cabeça. E achar um propósito pode parecer a coisa mais difícil do planeta, se você não souber por onde começar.

Antes de mais nada, uma coisa que me ajudou muito foi me manter organizada, sempre. Quando a gente d√° liga pra procrastina√ß√£o, pra essa coisa de ‚Äėamanh√£ eu fa√ßo‚Äô ou ‚Äėagora n√£o tenho vontade‚Äô, parece que a nossa motiva√ß√£o para fazer qualquer coisa cai pela metade. E cai mesmo. A procrastina√ß√£o pode parecer uma boa ideia no come√ßo, mas depois s√≥ vira uma bola de neve que cai montanha a baixo desenfreada e voc√™ n√£o consegue mais brecar.

O bullet journal tem sido o meu melhor amigo nessa jornada (por falta de uma palavra menos brega), e a organização melhorou muito o meu desempenho no trabalho (e fora dele também!). Mas até mesmo o bujo só começou a funcionar porque eu coloquei ali um propósito.

Quando a gente acredita que a nossa salvação, a fonte da nossa felicidade está em um trabalho, em alguma coisa que a gente faz no dia a dia, então, invariavelmente, a gente vai cair num lugar de falta de propósito.

Mas, se, ao contr√°rio, a gente busca usar o trabalho como uma ferramenta pra esse nosso prop√≥sito maior, da√≠ at√© fazer planilhas no Excel vira uma tarefa prazerosa. Por isso ter em mente a sua meta √© sempre t√£o importante pra voc√™ saber pra onde ir. Ela √© o seu norte, sabe? A sua b√ļssola.

A√≠, voc√™ me pergunta: ‚Äėmas Maki, como que eu sei qual o meu prop√≥sito?‚Äô A resposta √© simples: olhando para o que voc√™ sente. Pode parecer totalmente sem nexo, mas se o seu prop√≥sito √© ser feliz, √© ter uma vida plena (e, no fundo, n√£o √© isso que todo mundo quer?), ent√£o esse tem que ser o seu sentimento balizador.

Quando voc√™ olha pra dentro, pra quem voc√™ √© de verdade, e busca, em voc√™, um lugar de felicidade, as suas a√ß√Ķes se medem pelo o que deixa o seu cora√ß√£o em paz. Se voc√™ n√£o se sente bem no seu ambiente de trabalho, tente entender o porqu√™. O que voc√™ sente quando conversa com as pessoas? Quando monta a sua planilha? Quando faz uma apresenta√ß√£o?

E se voc√™ tentasse fazer essas mesmas coisas, focando em se sentir bem? Em ficar feliz? Pode ser que o que voc√™ via antes desapare√ßa, pode ser que voc√™ comece a se sentir mais motivada. Pode ser at√© mesmo que por um mist√©rio do universo as suas fun√ß√Ķes mudem e voc√™ passe a fazer coisas diferentes.

Mas o que voc√™ v√™ com os olhos do corpo s√≥ vai mudar quando voc√™ come√ßar a prestar aten√ß√£o no que sente e trabalha sempre em dire√ß√£o ao que te faz feliz. E n√£o vale trapacear, pensando ‚Äėah, viajar me faz feliz, vou largar tudo pra fazer isso‚Äô. Faz mesmo? De verdade? ‚ÄėUm trabalho na √°rea X vai me fazer feliz‚Äô. De novo, vai mesmo? Tem certeza?

Questione-se, busque o seu propósito, o seu norte. E se você precisa de ajuda, eu listei algumas perguntinhas abaixo pra você fazer pra si mesma:

  1. O que eu sinto quando acordo para trabalhar?
  2. Eu consigo mudar o que eu sinto?
  3. O que eu gostaria de fazer agora que n√£o estou fazendo?
  4. Eu posso começar a fazer isso agora?
  5. O que me impede de n√£o fazer isso agora?
  6. O que eu quero, de verdade, com a minha carreira?
  7. Quem eu posso ajudar fazendo o que eu estou fazendo?
  8. Como eu posso entender melhor o que as pessoas esperam de mim no trabalho?
  9. Como o que eu sinto afeta o que eu faço?
  10. O que vai deixar o meu coração em paz agora?

√Č sempre bom lembrar uma m√°xima que eu aprendi um tempo atr√°s e que diz assim: n√£o existe uma pergunta sincera que fique sem resposta. Se voc√™ buscar em voc√™, sinceramente, a resposta para a sua pergunta, ela vem. Da√≠ √© s√≥ ficar de olho aberto pra n√£o deixar ela passar.

Me conta qual o seu propósito com o trabalho? Como você chegou nele?

 


Comente!